Páginas

quarta-feira, 31 de março de 2010

SIBUTRAMINA AGORA É TARJA PRETA.






Após o alerta para que os profissionais de Saúde tivessem cuidado ao receitar a sibutramina a seus pacientes, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu tornar ainda mais rigorosa a regra para a venda e a prescrição do medicamento, que é utilizado no tratamento para perda de peso. A partir de agora, os brasileiros que quiserem o remédio precisam ter em mãos a receita azul, utilizada para controle especial. Antes, bastava apresentar a receita branca, de controle simples. Além disso, a tarja do medicamento deixa de ser vermelha e passa a ser preta. A discussão sobre a substância vem desde janeiro, quando a Agência Europeia de Medicamentos proibiu a venda, “pois os riscos que esse medicamento provoca são bem maiores do que seus benefícios, aumentando assim as chances do paciente de sofrer derrame e enfarte”, segundo o comunicado emitido à época. A partir daí, a Anvisa passou a dar mais atenção ao assunto, até porque o Brasil está na lista dos países que mais consomem a droga. Só em 2009, de acordo com balanço divulgado pelo Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados, os brasileiros consumiram 1,9 tonelada de sibutramina.

A médica Elisiane Brandão:
A médica Elisiane Brandão: "Observamos que tinha uma prescrição desenfreada por médicos não habilitados"
A nova decisão da agência dividiu médicos e pacientes. Para o presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Ricardo Meirelles, não faz sentido incluir a sibutramina entre os remédios que causam dependência, pois não existe essa evidência. Além disso, como destacou, o fato de estar incluído na lista de controle especial, só vai permitir que o médico prescreva o remédio para um mês, obrigando o paciente a voltar com mais frequência ao consultório. “Temos medo de que acabe interrompendo o tratamento e o paciente volte a engordar. Além disso, já temos muito pouco tratamento para emagrecimento, e se decidirem dificultar cada vez mais, vai piorar.”

Meirelles destacou ainda que, ao ver o produto com tarja preta, as pessoas vão ficar com medo do medicamento. “Não é isso que temos que fazer. Em vez de dificultar o uso da medicação, que não é perigosa, é preciso controlar a prescrição. O endocrinologista sabe bem para quem pode indicar, mas tem outros médicos que não dão muita atenção para esse ponto”, completou. Segundo a Anvisa, entre os dez maiores prescritores de sibutramina no país, há um médico especialista em medicina de tráfego, ou seja, que trata da mobilidade humana.

Esse ponto, de acordo com a endocrinologista Elisiane Brandão, é exatamente o que a medida tenta consertar. “Observamos que tinha uma prescrição desenfreada por médicos não habilitados para tratar a obesidade e a sibutramina estava sendo banalizada. Esse tratamento é sério e tem que ser acompanhado por uma boa equipe. Todo remédio pode ter efeito colateral. E, por isso, acompanhamos o paciente rotineiramente”, explicou. Ela ressaltou ainda que o controle de receituários vai deixar a sociedade mais confortável por saber que não está usando o medicamento indevidamente.

Contrário ao uso da sibutramina, o coordenador do Centro de Fibrilação Atrial do Hospital Pró-Cardíaco, Eduardo Saad, lembrou os danos que ela pode causar e, por isso, acredita que a medida tomada pela Anvisa é positiva. “A sibutramina leva a uma maior saciedade. Com isso, os vasos sanguíneos tendem a se contrair mais, aumentando os níveis de pressão arterial e suas consequências, gerando risco de AVC, infarto e morte. Isso já ocorreu com outros medicamentos para emagrecer. Portanto, o mínimo aceitável é que pessoas com qualquer histórico cardiovascular não usem este medicamento”, explicou.

A paciente Karina Torres, 35 anos, também comemorou a medida. Ela afirmou que fez o tratamento durante todo o ano passado e não teve nenhum efeito colateral. Porém, sua mãe, que também utilizou a sibutramina, passou mal e teve problemas de circulação. “Ainda bem que a médica foi prudente e suspendeu a medicação. Mas acredito que outros médicos não tenham essa mesma responsabilidade.”

Em vez de dificultar o uso da medicação, que não é perigosa, é preciso controlar a prescrição”
Ricardo Meirelles, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Grupos

Critérios para a utilização dos medicamentos, de acordo com o Conselho Latino-Americano de Obesidade:

# Em pacientes com Índice de Massa Corporal (IMC) igual ou superior a 30kg/m²;

# Em pacientes com IMC igual ou superior a 25kg/m², acompanhado de outros fatores de risco, como a hipertensão arterial, diabetes melitus tipo 2, hiperlipidemia etc.

# Quando não alcançados os objetivos com planos alimentares e estímulo a atividades físicas 


Luiza Seixas
Publicação: 31/03/2010 07:43
FONTE: CORREIO BRAZILIENSE

MODELO DO RECEITUÁRIO:


sábado, 13 de março de 2010

Receitinha...

Resolvi atacar de mestre cuca e para tal arregacei as mangas. Como boa alquimista juntei os pozinhos (entendam temperos), calculei as dosagens (entendam medi muito bem), fundi o que era necessário (entendam que derreti), diminui partículas (entendam espremi as batatas mesmo) e no final ficou uma gostosura daquelas de lamber os beiços...
Bolo de batata com recheio de sabor pizza.

Leve cerca de 6 batatas médias para cozinhar, escorra bem e numa outra vasilha acrescente 2 colheres de manteiga, esprema as batatas, acrescente 1/2 xícara de leite e tempere com noz moscada.

Recheio sabor pizza: Corte em cubos 400g de presunto e 3 tomates sem pele e sem sementes (só pra ficar chique porque no meu coloco tudo e mando ver), a eles junte pimenta do reino e azeite à gosto.
Comece montando em um refratário  a primeira camada de purê de batatas e a segunda do recheio(coloque todinho) cubra com queijo mussarela e faça mais uma camada de purê de batatas, cubra novamente com queijo mussarela, salpique orégano, enfeite com uma pretensa flor de tomates e leve ao forno por 10 min. em temp. alta. 
E tcharam... "Dilícia" rápida e gostosinha.

Qualquer dúvida sobre essa receita super elaborada e difícil é só me perguntar.
Bjinhosss e bom apetite.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Será que hoje é o dia?

Somos frutas para sermos devoradas ou seres pensantes e dotados de sentimentos e razão?
Cuidamos da família, sofremos por ela, 
somos felizes,  realizamos, ajudamos a realizar,
somos famosas ou anônimas, somos especiais, capazes de gerar e alimentar nossas crias,
limpamos, lavamos, cozinhamos, ensinamos, trabalhamos fora, nos especializamos , estudamos tanto quanto os homens e ganhamos menos, somos tratadas como objeto porque algumas de nós se permitem usar a massa malhada no lugar da encefálica pra ganhar o pão de cada dia (ou o brilhante de cada dia, o carro de cada dia...)
Que esse deixe de ser um dia isolado no meio dos outros 364 em que ganhamos menos, valemos menos e sofremos mais, trabalhamos mais, apanhamos mais. Que cada dia seja um dia de conquista onde possamos andar lado a lado e não atrás de um grande homem como diz o ditado...
E que o que vai dentro do coração e sai da boca possa valer mais do que está dentro do micro short jeans e em volta da calcinha sexy.
 
 

Uma Mulher de Verdade


Uma mulher de verdade não precisa de asas, nem combustível.
Para chegar onde quer, ela sobe alto, caminha longe.
Vai ao lugar mais impossível
Não vai amanhã, ela vai hoje.
Uma mulher de verdade não precisa de roupas belas
Não usa máscaras para fingir o que não é e agradar
Ela encanta pela sua essência, sorriso e olhar.
Ela chama atenção porque ela é dela!
Uma mulher de verdade se junta para compartilhar.
Não se anula, não sufoca, não duvida.
Ela sabe amar, doar.
Sabe viver a sua vida.
Uma mulher de verdade se conhece e se permite
Ela ousa, arrisca, ama e se apaixona sem limite
Fala de amor com seu amado
Mostra seus desejos ao eleito de seu lado.
Uma mulher de verdade é uma mulher comum
Ela confia na sua intuição e a segue.
É uma sacerdotisa da lua e
celebra as pequenas coisas de uma forma incomum.
Ela cozinha, fala com os animais e molha suas plantas.
Põe a mão de seu amado entre as suas
E mostra a ele suas curvas e ancas
Mostra seu inferno, o paraíso e todas suas ruas.
Uma mulher de verdade se refaz todo dia.
Embora se refugie dentro de sua boca comprimidos,
o silêncio, seco, sexo, saliva e sofrimento de Maria
Ela renasce Deusa num mundo de reprimidos... todo dia!
Carolina Salcides

quarta-feira, 3 de março de 2010

DECORAÇÃO COM AZULEJOS...

Que tal incrementar a sua casa com um toque colorido...
 E se esse toque puder ser colorido e antigo...
Fuja do bege, do branco-gelo, traga cor e alegria para seu dia-a-dia se for das mais básicas faça somente um quadro como mostrado na fig. 4, é só aplicar os azulejos em uma placa de MDF e emoldurar.
Divirtam-se!!!

 
  
  
  
 
Lindos, não?!!!
FONTE: Revista Casa e Jardim